Tuesday, March 18, 2008

A gente somos medíocre


Felipe Massa foi mal em Melbourne, como seu companheiro Kimi Raikkonen. Mas como Raikkonen é campeão do mundo, ao surgir o boato de que a Ferrari já contratou Sebastian Vettel para a próxima temporada, imediatamente já se demite Massa. Massa fora da Ferrari em 2009, vai correr na Toro Rosso, na melhor das hipóteses.

Nelson Ângelo Piquet foi muito mal em Melbourne, ao contrário de seu companheiro Fernando Alonso. Não importa que "Nelsinho" tenha feito sua primeira corrida na Fórmula 1 e que tenha como parâmetro um bicampeão do mundo que fez sua estréia na categoria em 2001.

Rubens Barrichello foi muito bem em Melbourne, milagrosamente levando seu Honda a pontuar na estréia da temporada. Só que entrou no box quando não podia, e saiu quando não devia. Stop, go & gancho. Punição e desclassificação. Foi-se pelos ares a salvação verde-e-amarela na Austrália.

Podemos decretar desde já, com 1/18 do campeonato definido, que os brasileiros da atual Fórmula 1 são um bando de medíocres. Ou podemos considerar que:

- dos 22 pilotos que largaram, apenas sete terminaram
- a pista de Melbourne é um descalabro. Timo Glock bateu em um "morrinho artilheiro", como definiu Cacá Bueno na transmissão da Band, ou seja, no nada, levantou vôo e espatifou seu Toyota. Ah, se fosse em Interlagos, esse país de medíocres. Cancele-se a prova!
- Massa foi medíocre por ter sido abalroado por um tiozinho que já deveria ter se aposentado, tentou culpar o brasileiro e terminou elegendo como réus os... ehr... espelhos retrovisores!
- "Nelsinho" foi mal e chegou a tomar dois segundos de diferença em relação a Alonso, mas ninguém sabe se o entrevero da largada, entre ele, Fisichella e Glock deixou algum dano no carro do brasileiro. Aliás, ninguém viu a corrida do brasileiro. Eu não vi, porque só vejo o que a TV mostra, e a TV praticamente só mostrou "Nelsinho" parando. Você viu algo mais?
- Barrichello fez uma corrida majestosa, mas entrou no box para reabastecer quando não poderia. Erro de estratégia da equipe. Saiu com a luz vermelha, culpou o excesso de botões a apertar por não ter visto o sinal vermelho. Mas, mesmo que tivesse visto, teria ficado quanto tempo parado no box, esperando o vermelho se apagar? Corrida comprometida, inexoravelmente.

Menos, menos... Foi só a primeira corrida.

11 comments:

Blog F1-V8 said...

Pois é, sobrou para o lado mais fraco, ou seja, os pilotos. Ninguém lembrou dos defeitos da caixa de câmbio da Renault do Piquet nem do bico aberto do motor do Massa. Vão colocar a culpa neles por esses problemas mecânicos tb!! hehehehehe

Ron Groo said...

Eu ironizei um bocado, mas fiz de boa porque sei que nada ali era pra ser levado muito à serio, afinal como você mesmo disse: Foi só a primeira corrida do ano.
Só uma ressalva. Acho que o Nelson Angelo é o cara errado na hora errada. Ele poderia ter ido sim pra uma equipe menor com um companheiro de equipe nivelado com ele e aparecer muito mais pelo bom trabalho que pela pressão que vai sofrer este ano. Afinal na cabeça dos torcedores a Renault ainda é uma equipe grande e com chances de vencer corridas... Se ele não for bem vai ficar pechado como apenas o filho do Nelsão.
Ah! Cabontinismo news... 19/3 um ano de Bliggroo, se bobear tem bolo!

Herik said...

Concordo que estão ocorrendo exageros. Esse é o mal do torcedor brasileiro. Sofre de transtorno bipolar. Se ganha é o melhor do mundo. Se perde, joga fora que não presta.

Só não acho que Massa tenha vítima no acidente com Couthard. No mínimo, há culpa concorrente. O brasileiro foi para lá de otimista ao fazer a manobra. Nem a dianteira em relação ao Red Bull ele chegou a ter.

Na minha opinião o brasileiro não tem os predicados que muita gente vê. Sequer vejo nele gabarito suficiente para vencer pela Ferrari. Não só por essa corrida, mas por outras bobagens que vem fazendo. Dentro e fora das pistas, principalmente com a mania de ter sempre desculpa para tudo. E as desculpas sempre buscam eximir de suas responsabilidades. Como o Barrichello fazia na Ferrari.

Por mim ele já não mais estaria na equipe. A Ferrari, na minha opinião, errou a renovar seu contrato.

valéria mello said...

O problema é que sempre estamos esperando um piloto como o Senna. Qualquer outro que esteja um degrauzinho abaixo dele, ainda que tenha talento e competência, será olhado com desconfiança.

Celinho Boy said...

Não posso, mas acabarei opinando. Afinal, não assisti a primeira corrida. Estava de serviço. Mas acho que é muito cedo para se apontar favoritos, que nem uns jornalistas e jogadores fizeram a respeito do Botafogo ano passado(em 2005 foi pior, pois o chamaram de Puro Sangue, a imprensa claro)
Rubinho fazendo boa corrida? Uma boa esperança que ele tenha um encerramento mais digno de sua carreira.

Sobre o boato do Vettel, dizem que teria tido aval do Schumi, que teria participado da negociação. Pô, seria contraditório, pois parecia ter uma boa sintonia entre os dois. Prefiro, contudo, aceitar como uma especulação. A gente leva muita barrigada, ainda mais com a tal de Internet.
Beijos e abraços Alessandra.

Anonymous said...

Puxa!Gostei Alessandra ,esse chororó todo as vezes cansa mesmo.

Gostei também das palavras da Valéria, disse pouco mas foi certeira.

O Massa errou ,o kimi errou ,e o motor da Ferrari idem .

O Rubinho fez uma grande corrida e depois aconteceu o erro ,fica claro que o erro é que ganhou destaque ,na midia e na opinião publica,pra mim o automobilismo como esporte ficou em segundo plano ,como você disse foi apenas a primeira corrida ,seria mais justo destacar o otimo ritmo de corrida do brasileiro e o surpreendente desempenho da Honda .

O Nelsinho foi mau ,já disse outras vezes que não me impressionei com seus tempos com um F1,gosto dos velozes ,a regularidade vem depois ,mas como foi o primeiro GP ainda é cedo para uma conclusão definitiva.

Jonny'O

Véio Gagá - BH said...

Muita lucidez no seu post Alê. Penso exatamente como você. Agora o tiozinho dos espelhos... bah! Daqui a pouco vai querer lampejador de luz alta e buzina. Já pensou? Uma alavanca atrás do volante e uma buzina gritando "la cucaracha"?

Rafael Duarte said...

Ola ola!!!

Como voce mesma disse, muito cedo para fazer previsoes. Muito carnaval em cima de uma corrida so. Basta ver o que aconteceu com o Kova em 2007.

Aqui na Espanha, muita exaltacao pelo 4 lugar do Alonso na Australia. E uma cobertura bem seca sobre a vitoria de Hamilton. Creio que vai ser assim o ano todo.

Abracos!!!

Dea said...

O Coulthard pode até ser tiozinho que já deveria ter se aposentado (também acho que ele já poderia ter cedido a vaga, largado o osso), mas, pra mim, o culpado do acidente foi o Massa.

E Barrichello fez uma corrida brilhante. Se houve algum culpado pela desclassificação foi a equipe. Quanto ao Nelsinho, prefiro esperar mais um pouco. ;D

Akinol said...

See here or here

Celso Vedovato said...

Ufa!!! brisa leve entre os comentaristas de F1. Alessandra, ler suas considerações me faz ter esperanças, pois o imediatismo dos nossos tempos contaminou também uma boa parcela dos jornalistas de F1 no nosso país. Voce e mais 1 ou 2, ainda mantêm os pés no chão, e lembram que foi só a primeira corrida, para não dizer, foi só uma corrida de carros. Calma gente, deixem o imediatismo, a necessidade de definições ou a perspectiva de acertar aquele que será um fiasco, mais pra frente. Falar mal, adivinhar ou definir, não necessariamente os farão "jornalistas independentes", ou autênticos. Grande abraço Alessandra e um sincero obrigado - rss.