Thursday, October 04, 2007

Enquete: 2007 = 1994?

Lewis Hamilton pode ser campeão no próximo domingo. O atual campeonato foi o mais conturbado desde...













... a temporada de 1994, quando Michael Schumacher sagrou-se campeão, pela primeira vez, a bordo de um Benetton cercado de desconfianças, como aliás...











... ocorre com o McLaren Mercedes de Hamilton, neste ano.

Pergunta: se confirmado o título de Hamilton, ele carregará esta mesma falta de legitimidade que, na opinião de alguns, paira sobre o primeiro título de Schumacher?

Vamos, escrevam à vontade!

15 comments:

Anonymous said...

Minha opinião não mudou ,se a propria Ferrari aceitou o julgamento ,qualquer um que for o campeão este ano será legitimo.
Ainda acho que os carros vermelhos deveriam ter abandonado a competição,não fizeram ,é consentimento.
Veja o caso de 1994 ,poucos se lembram dos detalhes daquele ano ,no fim ,na lista dos campeões o nome de 94 é o do Schumacher ,que foi punido durante o ano ,perdendo algumas corridas por causa de irregularidades na Benetton e venceu o campeonato jogando o carro em cima de Hill na Australia.A falta de uma ação clara deixou aquela incerteza,a Benetton era mesmo irregular,ou quizeram equilibrar o campeonato?O alemão fez justiça com as proprias mãos no ultimo GP ou o inglês foi a grande vitima disso tudo?
Acho que tudo começou em 89 no caso Prost X Senna ,onde os interesses ficaram muito mais fortes que a justiça,virou um vale tudo implícito.

Jonny'O

Gustavo Alves said...

Brou,

Legitimidade é muito subjetivo. A equipe trapaciou a principal adversária. A Ferrari falhou também, desde o momento que deixou uma ovelha negra se desgarrar até no consentimento comentado já pelo Johny'O.
Ben Johnson também não foi legítimo.
O resultado final é que legítimo ou não, o nome do campeão ficará marcado.
As histórias são lembradas pelos "cabeças de enciclopédia".

Marcio Gaspar said...

ué, alessandra, o blog tornou-se monocórdico? é um blog sobre fórmula 1 apenas??

Anonymous said...

Vai dar Alonso!

Carlos Eduardo

Herik said...

Se a entidade que organiza e regulamenta a competição opta por desrespeitar suas próprias regras - pelo menos as explicitas - e dá guarida à atitude da McLaren, quem sou eu para questionar? A FIA, por seus interesses - políticos ou econômicos - , resolveu legitimar o ilegítimo.
Agora, comparando os campeonatos de 94 e 2007, penso que há um diferença enorme. O primeiro título de Schumacher ficou marcado pelas suspeitas, pelas conversas de coxia. Nada ficou comprovado além de 1 mm abaixo do permitido na prancha de madeira do assoalho do carro do alemão - causada por uma passagem por cima da zebra - e de punições dadas claramente para equilibrar o campeonato.
Já neste ano a situação é absurda na medida em que a ficou provado o conhecimento, à revelia, de dados confidênciais de seu único adversário na competição. E falar que esses dados não foram usados ou úteis é simplesmente negar o que está escrito nas tais transcrições da audiência da FIA.
Resumindo: em 94 ficou a suspeita. Em 2007, a certeza.

Robson Leandro da Silva said...

Hamilton conquistiu todos os pontos da temporada utilizando um carro que foi configurando usando informações obtidas de forma irregular pela sua equipe.

Diante disso será um campeão sob suspeita. Ele é especial? Sem dúvida, afinal de contas, mesmo com o carro ´´dopado´´ Fernando Alonso não conseguiu vencer.

Mas os livros de história registrarão para sempre um asterisco ao lado do ano de 2007 com a informação de que a McLaren foi excluída do mundial.

rafael duarte said...

Update de Espanha...

Nao coloquei no ultimo comentario meu que a imprensa espanhola estava cutucando o Hamilton, dizendo ser ele o causador do acidente Webber/Vettel?

Olha no que deu.... Te manterei informada. O Marca e o As devem publicar coisas bem interessantes amanha...

Abraço!

Obs: Bendito telespectador japa que gravou o acidente. O Alonso deveria mandar um presente pra ele... Hahaha...

Alessandra Alves said...

jonny´o: a punição a schumacher, naquela ocasião, para mim teve o mesmo teor da não-punição aos pilotos da mclaren neste ano - manter acesa a chama da disputa. ou seja, é só espetáculo, a gente que é besta de achar que a coisa é esporte sério...

gustavo: é, brou, foi mais ou menos essa a minha linha de raciocínio na coluna "campeão café com leite", do gptotal. para a história fica o nome, mas quem for fundo na história descobre os podres. que hamilton, se for campeão, tenha condições, depois, de ganhar em grande estilo, como aliás ele merece, pelo excelente piloto que já demonstrou ser.

marcio: ai, colega, juro que tenho pensando nisso, e sentido muita falta do pessoal que comenta outros assuntos. tem paciência só mais um pouquinho, tá? é que o assunto fórmula 1 está bombando e meu tempo está curto para atacar em todas as frentes. mas já tô bolando um post nada-a-ver com f1, pode deixar.

cadu: a esperança é a penúltima que morre. a última, parece, é a dercy. vida longa a dercy!

herik: você tem toda razão. 94 foi pulga atrás da orelha. 2007 foi flagra. noves fora, melhor é não dar mais importância do que isso tem. artifícios para manter a audiência em um espetáculo.

robson: gostei da sua observação sobre a diferença entre hamilton e alonso. ambos com carros dopados, mas o inglês se saiu melhor. será que a equipe o favoreceu? hum...

rafael: nossa! os jornais espanhóis vão deitar e rolar com essa história e prometem pegar no pé do hamilton até se descobrirem que ele chutou a barriga da mãe. obrigada pelas informações quentinhas da península ibérica. mantenha-nos informados, por favor.

Celinho Boy said...

Vou ser sincero, alessandra: não me lembrava daquela polêmica de 94, mas sim do fato deste mesmo ano ter morrido o Senna. Será que o schumi anteciparia seus 7 títulos mundiais caso o piloto brasileiro não tivesse batido na Tamburello e tivesse morrido. E a questão da segurança aumentou não só com a morte de Senna, mas com o grave acidente com o Rubinho e da morte do Ratzemberger.Posso até estar enganado, mas me parece que a gente se preocupou mais em buscar um substituto do Senna do que a disputa em si. Mas muita gente achava que o Schumi iria ganhar tudo(até uma criança de 9 ou 12 anos achava isso, pode? Li numa reportagem da Zero Hora)E ainda por cima tinha sempre um escudeiro pra ajudá-lo, em particular o Rubinho. De qualquer forma posso falar do Hamilton. De fato o cara é muito bom, mas toda esta história de espionagem vai colocar seu título em dúvida como tantos outros nas mais diversas modalidades. Fica difícil aceitar que um cara ganhou num carro dopado, não tem a mesma graça. Tu como corredora, será que aquele atleta que ganhou a maratona da última olímpiada sentiria o mesmo prazer em, ganhar aquela corrida não fosse o maluco que invadiu a corrida? Lógico que são ocasiões diferentes, mas de qualquer forma contaram com uma força externa. Beijos Alessandra

Degas said...

Eu acho possível que em 1994 a FIA tenha trabalhado para dar equilíbrio ao campeonato.
Realmente algumas punições que Schumacher recebeu naquele ano (eu lembro MUITO bem ok? Tinha 23 anos!) foram, no mínimo, estranhas. E somente por causa dessas punições é que Damon Hill chegou em Adelaide com chances para ganhar o campeonato. Ponto.
Mas nada, repito, nada disso justifica a atitude de Schumacher, ao bater no muro e, vendo sua corrida perdida, simplesmente jogar o carro contra Hill que, justiça seja feita, sempre teve uma postura correta e ética nas pistas.
Curiosamente, Schummy declararia em 2006 que se arrepende da manobra de 1997, quando tentou e não conseguiu, ganhar o campeonato contra Jacques Villeneuve da mesma maneira.
Eu fico me perguntando se ele não se arrepende de 1994 porque ele se achava "no direito" de fazer aquilo ou se é porque ele conseguiu o seu objetivo macabro.
Ele foi o melhor piloto que eu já vi, o maior da história. Mas não foi, nem de longe, o mais correto.
Ainda assim tenho saudades. Fico com a impressão de que, se tivesse aí, e tido as oportunidades que Felipe Massa e Kimi Haikkonen tiveram Michael poderia estar, de fato, na luta pelo título.

Mojo said...

O titulo de 1994 foi muito mais controverso.

-Morte do Senna
-Irregualaridade no reabastecimento
-Incendio no carro do Hebert
-Bandeira preta na Inglaterra
-CAso do assoalho
-Jogar o carro para cima do Hill

Aquele ano foi de lascar.

Ainda mais que muito deixaram de ver a F1 depois da morte do Senna.

Anonymous said...

Mojo,
O incendio foi no carro do Verstappen ,o Hebert correu de Lotus , Ligier e as duas ultimas corridas pela Benetton em 94.

Jonny'O

rafael duarte said...

Update de Espanha...

Os caras estao FULOS da vida por aqui dada a absolvicao de Hamilton. Os jornais e os comentarios em varios foruns de discussao tratam o Hamilton com uma hostilidade gigante. Dizem que ele é "protegido" da MA"FIA" (Otima esta), etc, etc, etc...

O "As" publicou que "En cuanto al líder del mundial, Lewis Hamilton, a la luz de las evidencias no se le impone ninguna sanción." O "Marca" segue a mesma linha editorial.

O que mais me impressiona sao os foruns de discussao no site do "Marca". Os ataques dos leitores eh, para usar eufemismos, bem feroz, chegando a ter comentarios maldosos e racistas a respeito do britanico. Nao sei como o "Marca" autoriza esses posts. Nao devem fiscalizar isso. Impossivel. Pra voce ter ideia Alessandra, la vao alguns:

- "BASTA YA!!! Que no corra nadie en China!! Que corra el puto negro solo!! LAMENTABLE FIA!!! ATRACADORES!!! BASTA YA!!"

- "ESTE TÍTULO ESTA COMPRADO A TODO UNA ORGANIZACIÓN CORRUPTA-LA COMPETICION EMPIEZA A DAR ASCO-QUE TERMINE CUANTO ANTES EL CIRCO. DISFRUTA NEGRITO EL REGALO QUE TE HAN HECHO."

- "LO ACABAN DE DECIR... hijos puta de la MA FIA..."

- "Pues eso, ahora mismo Jaimito y Ron están con los pantalones bajados y la boca llena haciendo favores sexuales a los de la FIA para que no los sancionen."

Ui... Deu pra sentir o clima?

To colocando como esta la... Creio que aqui só tem leitores adultos, e achei que colocando na integra os leitores aqui e voce, Alessandra, iam sentir melhor a opiniao da imprensa e da torcida espanhola... Qualquer coisa me desculpe...

Abraco!

Anonymous said...

Alessandra, eu estou torcendo para o Hamilton, porque a Ferrari tirou o Felipe da luta pelo campeonato. mas que foi uma patriotada encima do hamilton foi... Lembrou Balestre (bangalô, três vêzes) nos sues bons tempos. A FIA não consegue fazer campeinato sem manipular o campeonato. Impressionante!
Abs. Júnior: o vedadeiro.

Chrystian said...

Se ele conseguir tirar o Alonso e o Kimi de uma vez só, com apenas 1 carro pra jogar nos dois, pode ser

aí vai ser fenomeno mesmo !

já o é como piloto