Monday, March 23, 2009

Haja fôlego...


Fui passar o final de semana na praia, no Guarujá (putz, agora o blog ficou parecendo redação de escola, ou melhor, "composição", como se dizia no meu tempo). Estimulada pelo fato de que este era o último final de semana antes do início da Fórmula 1 - e meio por birra, para desafiar a chegada do outono - desci a serra na manhã de sábado.

Céu nublado, chuvinha intermitente. Não daria aquela praia com p maiúsculo, mas há mais o que fazer na orla além de ficar quarando no sol. Enquanto os rapazes ficaram cavando buracos na areia, resolvi fazer um percurso que ouvi outro dia, no ótimo programa Fôlego, da Rádio Bandeirantes, dedicado à corrida de rua apresentado pelo Ricardo Capriotti e pelo Sergio Patrick, todo domingo, às 8h30.

Em janeiro, o programa foi apresentado justamente de lá, do Guarujá, e foi entrevistado um corredor de rua da cidade. Em dado momento, o rapaz mencionou o trecho Astúrias-Enseada e, não sei se fizeram alguma confusão ou se eu que ouvi mal, o fato é que fiquei com a idéia de que o percurso, ida e volta, daria 10 km. Beleza, é com esse que eu vou (clique no mapa para ampliar), pensei na tarde de sábado, e saí das Astúrias em direção a Pitangueiras, passando pelo Morro do Maluf e alcançando a longuíssima Enseada.

Comecei a perceber que algo estava errado quando já tinha uns vinte minutos de corrida, a avenida estava no número mil e poucos e ainda faltava um bocado de orla para acabar. Eu não estava em ritmo ofegante, mas estava bem forte, o que me permitiria fazer os 10 km em, digamos, 52/53 minutos. Olhava para a frente e via um pedação de terra ainda, e já tinha passado dos trinta minutos. Fui em direção ao Morro das Tartarugas e o alcancei quando o relógio marcava 47 minutos. "Nem a pau que isso aqui tem 5 km!" Dei uma paradinha de um minuto e meio e voltei, fazendo a segunda perna em 43 minutos (para aumentar o ritmo, comecei a fazer uns tiros de 200 metros, aproximadamente, a cada quilômetro). Cheguei de volta às Astúrias em 1h30. Definitivamente, o trajeto tinha mais de 10 km.



À noite, saímos de carro e resolvi medir o trajeto, já que é possível fazer, de carro, exatamente o percurso de ida. Sabe quanto, Capriotti? Sabe quanto, Patrick? 8,5 km cada perna! Portanto, minha tarde de sábado foi coroada com um excelente treino de 17 km. Recomendo a todos os corredores da Baixada ou de folga no Guarujá. Além do visual ser perfeito, a praia da Enseada tem um calçadão largo, ao lado de uma ciclovia, o que torna o lugar ainda mais agradável de correr.

2 comments:

Mandy said...

Ahn... a não ser que o Loeb me convide, prefiro não aceitar a sua sugestão.

(e só se ele me garantir que vai me levar no colo depois de alguns _poucos_ quilômetros)

Marcus Mayer said...

Ótimo saber que tenha aproveitado de forma tão saudável o final de semana, Alessandra.

Senti saudades de minhas caminhadas entre o Leblon e o Arpoador (4Km) ou ao redor da Lagoa Rodrigo de Freitas (7,5Km), no Rio de Janeiro.

Quando surgir um feriado prolongado ou tiver um tempinho sobrando, siga a sugestão. Vale muito a pena também.

Naturalmente, não desejo incentivar a concorrência entre São Paulo e Rio! Considero isso uma bobagem.

Fica somente o registro.

Abraços.

PS. Ofereci a você um pequeno banner. Está no final da lista, mas é somente por ser um blog de visitas recentes, mas com o qual simpatizei bastante. Estou curioso para ler as suas futuras avaliações sobre as próximas corridas de F1.