Sunday, November 23, 2008

Meu joelho esquerdo



Notaram a ausência de postagens sobre minhas corridas nos últimos tempos? Não foi falta de escrever sobre elas, não. Eu simplesmente não fazia uma corrida desde o segundo domingo de agosto, quando encarei a Corrida do Centro Histórico. Desde então, minha equipe, capitaneada pelo treinador José Eduardo Pompeu, fez três corridas, e perdi as três por conta da Fórmula 1. Deixei de fazer a Corrida da Paz, no dia do GP da Bélgica, a Corrida das Estações/Primavera, no dia do GP de Cingapura, e a Meia Maratona do Rio, que aconteceu no mesmo dia do GP do Japão.

Lamentei perder todas, especialmente a Meia do Rio. Seria a chance de fazer mais uma meia maratona este ano (fiz uma em abril), além de ter sido uma viagem muito divertida feita pela Equipe Conexão. Durante esse período, não deixei de treinar religiosamente toda semana mas, prova mesmo, necas. Neste domingo, 23 de novembro, voltei a disputar uma prova de rua, e ela veio cercada de desconfiança.

Há pouco mais de duas semanas, senti algo estranho no meu joelho esquerdo, depois de um treino na esteira. Pensei que fosse uma dor de esforço qualquer, que normalmente passa em um ou dois dias, mas a danada ficou. Melhorava com gelo, pomada e, sobretudo, quando eu não corria. Bastava correr que a dor voltava. Nada lancinante, nada que me impedisse de correr. Depois de aquecido o corpo, eu nem me lembrava da dor. O problema era depois. De fato, até agora não sei o que está motivando a dor, e como ela não me inutiliza, tenho treinado. Fui nesse espírito para a Corrida Zumbi dos Palmares, da Corpore, que tradicionalmente acontece no final de novembro, sempre na região do Ibirapuera.

O local é um dos mais bonitos de São Paulo. Largamos em frente à Assembléia Legislativa, corremos em direção à avenida República do Líbano, talvez a minha preferida na cidade, por seu corredor de árvores e por margear o parque. Passamos ao lado do lago e seguimos em direção à avenida Rubem Berta, quase chegando ao aeroporto. Um trajeto simples, com longas retas, e várias subidas e descidas. Nada de arrancar o couro, mas um trajeto desafiador.



No ano passado, com muito calor e largando no fim do pelotão, fiz um tempo que me decepcionou - 53min. Este ano, a organização da prova dividiu os corredores pela expectativa de tempo de cada um. Mandei ver 50 minutos e, com isso, fui parar lá na frente. Uma bela ajuda, pois a largada foi tranquila, ninguém me atropelou e consegui imprimir um ritmo forte desde o primeiro quilômetro.

Cumpri os dois primeiros quilômetros em rigosos cinco minutos cada, coisa rara de se fazer em provas tão concorridas quanto essa, que costuma reunir mais de 10 mil atletas. A partir do terceiro quilômetro, comecei levemente a aumentar a velocidade, de olho no relógio e ligada no joelho. Não sentia nada, vambora.

No primeiro posto de água, uma cena me tocou. Passei direto pelas mesas, pois não estava sentindo sede nem necessidade de me refrescar. No entanto, um senhor, atleta amador como eu, estendeu seu copo de água pela metade, provavelmente achando que eu não tinha conseguido me abastecer. Peguei o copinho e agradeci. Molhei os pulsos e a nuca e lamentei, naquela hora, que provavelmente não encontraria o colega depois da prova para agradecer-lhe novamente. A corrida às vezes me leva a essas divagações e pensei que expressões como "nunca mais" e "para sempre" podem ser um tanto angustiantes. Não sei se vou encontrar o senhor novamente, querido colega, mas saiba que seu gesto me tocou muito. Obrigada, do fundo do coração.

O clima contribuiu bastante, sem sol e até um certo friozinho extemporâneo. Fiz a prova inteira sem sentir nada, nadica no joelho. E o ritmo forte, na casa de 4min50 por quilômetro. Faltando dois quilômetros, tive certeza de que melhoraria muito o tempo do ano passado e não teve erro. Contra os 53min de 2007, 48min48 (correção: pelo tempo oficial da Corpore - 48min42. yeah!) em 2008. E sem dor. Para falar a verdade, o bom tempo obtido foi um bônus. Meu foco, de verdade, era sentir como se comportaria o joelho. E mesmo agora, quatro horas depois de terminada a corrida, não sinto nada.



Por isso, assim que cruzei a linha de chegada, fiz meu tradicional agradecimento mental, acrescentando um nome importante, desta vez. "Obrigada, meu joelho esquerdo!"

9 comments:

Anonymous said...

Com certeza seu joelho queria lhe dizer algo do tipo :
-Ué!Cadê as corridas?

Você ainda não entende a linguagem dos joelhos.

Só pode ser.

Jonny'O

Blog F1-V8 said...

Parabéns pela superação, Alessandra!! Talvez seu joelho estivesse apenas sentindo a abstinência, não é??

Ron Groo said...
This comment has been removed by the author.
Ron Groo said...

Eu já escrevi aqui uma vez: Obstinação, seu nome...

Curioso este negócio de exercicio fisico...
Há tempos vi nha me sentindo muito mal comigo mesmo. Estou gordo, fora de forma e ultimamente com dores em todas as articulações.
Fui ao médico e ele me perguntou:
-No que trabalha?
-Escritório. - Respondi.
-E quando está de folga, qual seu lazer?
-Escrevo contos, crônicas e brinco com meus filhos.
-No pc?
-Sim.
-E atividade fisica o que o senhor faz?
-Bem... Errr... Me abaixo para colocar o plug do pc na tomada.
Me receitou então ao menos caminhadas e me deu uma bronca gigante!
Pois bem... Radicalmente resolvi que iria e voltaria do trabalho a pé. E são quase 11 quilometros...
Nas duas primeiras semanas tudo bem. Apesar de algumas dores musculares e um par de tênis destruido.
Na terceira semana ao sair de casa com um par novo de tênis, pisei num paralelepipedo molhado e me desequilibrei batendo violentamente o joelho esquerdo no chão. Me levantei com dores e fui ao trabalho assim mesmo.
Ao chegar no trabalho a dor incomodava muito, mas tudo bem.
Na hora de ir embora fui ao banheiro tirar o jeans e vestir o calção. Meu joelho estava azul e inchado pra caramba.
Voltei ao médico que me receitou as caminhadas e lhe mostrei o joelho. Ele me medicou, indicou algumas compressas e rindo disse: "São ossos do oficio...".
Depois desta nem sei se volto a caminhar regularmente.

Mauro Chazanas said...

Alessandra, sempre que você escreve algo sobre tuas corridas, e não sei exatamente porque, lembro-me de uma programa exibido pela TV Cultura há alguns anos. Acho até que já te falei isto aqui no teu blog. Era um especial sobre as disputas olímpicas, um documentário. O inesquecível para mim foi o trecho final. A equipe de filmagem ficou esperando o último corredor da maratona, que chegou muito depois dos demais. Não havia mais torcida no estádio. Ninguém o acompanhava. Enquanto a câmera mostrava o esforço do corredor em completar a prova, o narrador perguntava: "Por que ele continua correndo? Ninguém o espera, não há mais nada para ele ganhar. O que o motiva a correr?". Talvez o motivo pelo qual me lembro deste programa quando te leio sobre tuas corridas é a palavra usada pelo meu colega comentarista acima, Ron Groo: obstinação.
Ainda é permitido dar sugestões musicais? "Be My Little Baby", com The Ronettes, canção cult das galeras dos meus tempos, o Martin Scorsese usou-a num filme que se não me engano projetou o Robert de Niro, acho que o título é "Caminhos Perigosos". Ei, o título do filme não é nenhuma alusão ao itinerário das tuas corridas. Boa quarta-feira pra ti, pra todo mundo.

Anonymous said...

BEAUTIFUL LEGS,I GO!!!

Douglas Borges Oliveira said...

Sorte sua (sobre o joelho). Estou de molho a três meses. Opero dia 9 de janeiro. O mesmo joelho esquerdo. Perdi a volta da pampulha. No quintal de casa. Ai ai ai.

Anonymous said...

Você é louca de correr com o joelho assim.

Anonymous said...

[p]Just like in our college, you can find that many girls are in UGG snow boots, and one of my friends was once asked by me that why she tended to buy this brand, not others, she said resolutely that she only trusted this brand, because it guaranteed her the quality and gave her the sense of superiority . Ugg Boot Sale: [url=http://cheapuggbaileybuttonuk.moonfruit.com]cheap ugg bailey button uk[/url] What to Expect There are numerous questions regarding ugg boots sale especially for online stores . The UGG snow ground boot originated in Normal [url=http://ugguksaleonline.moonfruit.com]ugg uk sale online[/url] 0 7 . The UGG bailey [url=http://uggbootsonlinesaleuk.moonfruit.com]ugg boots online sale uk[/url] button features an oversized button and it is open on one side of calf . new fashion UGG Bootsnew fashion UGG Boots UGG Boots Company was established in 1925 in Herzogenaurach, Germany, by Adolf Dassler for the manufacturing of athletic shoes . We utilize them to stroll plus dance . The delicate sheepskin is often damaged if harshly scrubbed . An ideal look for Spring/Summer, these flat boots have a fresh design with the kimono flower etched into the boot.[/p][p]While you can go straight to the mall or an store, some savvy online shopping can save you big bucks . They show their worth and worth for a [url=http://genuinecheapuggboots.moonfruit.com]genuine cheap ugg boots[/url] lot of years to can be found as shortly when you make an purchase in them . s . You can wear fashionable to buy something and Kate Winslet combination of a complete intellectualinternet shop, all the chorus line at the foot of praise UGG comfort and was seen on the beach in Australia to keep their feet warm when they came to water . This fashion you can absolutely eliminate fat, because the food items that you will probably be eating in your diet [url=http://genuineuggaustralia.moonfruit.com]genuine ugg australia sale[/url] regime are the forms of food items that will make you lose your hunger cravings . In the 1960s Australian surfers would put on Ugg boots to warm their feet after coming in from riding the waves, and people in Australia would often wear Ugg boots around the house during the mild winters . For your final feel, it is possible to wear canvas shoes or loafers, with no socks . Even though enough time gave their own becauty in reserve, that they also unique its captivating.[/p]



[url=http://nea.game-host.org/NEA-Forum/posting.php?mode=quote&f=13&p=504646%2BResult:%2BPOST-timeouts%2B1;%2Bchosen%2Bnickname%2B%22Robwbh74%22;%2Bcaptcha%2Brecognized;%2Bsuccess;]There Offer the discount MBT sandals for women online with good quality 7r[/url]
[url=http://www.fbc-borovnica.net/forum/ucp.php?mode=confirm&confirm_id=0373d5818aece9b25a6884a6753b7b77&type=3&sid=7f18514c011068f8653abab8fcfb31d4]Here Offer the discount MBT sandals for men online with high-quality 0y[/url]
[url=http://test.sysman.ru/index.php?act=Post&CODE=00&f=244%3Cbr>qdaqt+Result:+chosen+nickname+%22Robqfr76%22;+captcha+recognized;+registered;+logged+in;+success;+BB-code+not+working;]There Offer the discount MBT shoes online with high-quality 6f[/url]
[url=http://test.sysman.ru/index.php?act=Post&CODE=00&f=244%3Cbr%2B%2B%2B%2B%2B%2B%2BResult:%2Bchosen%2Bnickname%2B%22Robwaj02%22;%2Bsuccess;%2BBB-code%2Bnot%2Bworking;+Result:+chosen+nickname+%22Robgdl69%22;+success;+BB-code+not+working;]Here Offer the discount MBT shoes online with good quality 5v[/url]
[url=http://mtgoscheduler.com/bb3/posting.php?mode=quote&f=7&p=235676%2B%2BResult:%2Bchosen%2Bnickname%2B%22Robrsz60%22;%2Bcaptcha%2Brecognized;%2Bsuccess;%2BBB-code%2Bnot%2Bworking;]There Offer the discount MBT sandals for women online with high-quality 4o[/url]