Monday, November 19, 2007

Coisas que me irritam

.
Sou um ser em busca da serenidade, e acho até que melhorei um pouquinho, embora tenha um longo caminho a trilhar. Mas, sei lá, algumas coisas e atitudes me irritam, ainda que não me afetem diretamente. Por exemplo:

- passageiros de automóveis que andam com os pés (descalços!) em cima do painel. Tenho visto esta cena cada vez com mais freqüência. Agora, digam: além de enfrentar o trânsito eu ainda preciso ver isso?

- transeuntes que ficam parados no meio da calçada girando um molho de chaves preso a um cordão à guisa de chaveiro. Já tive que desviar desses artefatos e me pergunto se esses indivíduos nunca machucaram ninguém com essa maniazinha besta.

- adolescentes que andam em grupos de cinco, seis, sete indivíduos, ocupando a calçada inteira. Eu já fui teen, sei que, nessa fase da vida, habitamos um mundo só nosso, mas olha onde anda, pô!

- a mania da seleção brasileira de jogar só pelo meio. Ô coisa irritante...

- alguns locutores esportivos que abrem a transmissão assim: "agora, em definitivo, de Lima, no Peru...". Definitivo? O sujeito nunca mais vai sair de lá? Olha que é uma boa idéia...

- a quadragésima final do mundial de vôlei de praia do ano. Alguém pode me responder: quantos mundiais de vôlei de praia existem por mês?

- crédito ou débito? Eu sei, o coitado tem que perguntar, mas me irrita, levemente.

- gelo e limão? Por que não posso pedir uma água tônica sem ter de declinar do gelo e limão? Por acaso a água tônica nasceu grudada com o gelo e o limão? É uma coisa assim como tomate seco e rúcula, que nasceram juntos, ao lado da mussarela de búfala?

- gente que liga no celular, não deixa recado e fica ligando vezes sem conta. Helloooooooo!!! Se eu não atendi, foi porque não pude. Seu número estará registrado, mané, não precisa ligar dez vezes seguidas.

E você, solte seus bichos, o que te irrita?

38 comments:

Alex Sotto said...

ERRRRR...
Eu já sou um ser altamente irritável!
A relação:
- Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, Rogério Ceni, ROOOOOOOGÉÉÉÉÉÉRIOOOOOO!!!!!!!!!!
- Que perguntem o preço de qualquer coisa minha pra mim. Sapato, CD raro, camisa do Palmeiras, quadrinho luxuoso, ingresso pra F1 (Esse é infalível. Um sempre pergunta!), etc... Meus amigos vivem perguntando pra me irritar!
- Quando levanto e o jornal ainda não chegou! (Está acontecendo direto e sou assinante secular, desde 88).
- A Avenida Paulista... Horrível, barulhenta, incômoda, fria/quente, lotada, pedante...
- Que façam comentários sobre participantes do BBB e de novela pra mim como se fossem íntimos do/da fulano/fulana, e mais irritante é quando eu acabo dando bandeira que não sei quem é e ficam me olhando com cara de ET!!!
- Quando eu digo que sou assinante da Playboy e o povo me olha como se eu fosse um tarado sexual. Tem quem pergunte se minha esposa não se incomoda!!!!!!
- Maniqueísmo.


Alex Sotto

Alex Sotto said...

Duas das coisas mais irritantes em música que esqueci de comentar:
- Sammy Hagar, o Horrível e "rock" progressivo.


Alex Sotto

Marcio Gaspar said...

algumas coisas que me irritam:

- a imprensa futebolística do Rio, em sua maior parte comprometida pelas relações espúrias com a CBF, os clubes, os cartolas e até com certos jogadores;

- na música, oswaldo montenegro, simone, e as duplas pseudo-sertanejas em geral;

- taxistas que hj não são mais (ou ao menos não tem mais coragem de se declarar) malufistas, mas que mantém a filosofia do 'ídolo', de reclamar sempre a construção de mais viadutos, tuneis etc, privilegiando sempre os carros e esquecendo do básico e urgente transporte urbano. por eles, a cidade seria uma selva de 'minhocões';

- esse tempo de culto a 'celebridades' inócuas e inúteis. aliás, o próprio termo 'celebridade' já me irrita profundamente;

- a insistência em dizer que caetanoveloso é chato e que tudo o que ele fez de mais recente é também chato. as pessoas confundem a pessoa com a obra e a maioria não ouviu (ou ouviu 'por cima') os discos recentes do cara e já saem detonando;

- 'last but not least', me irritam muito essas pessoas que fazem listas disso e daquilo, hehehe...

Hugo Becker said...

nossa, que revolta! hauhahauha

Bom, sou uma pessoa tão irritada que nem consigo identificar o que me irrita mais... quase tudo me irrita! hahaha

Mas vamos lá...
- Conclusões precipitadas me irritam profundamente...

- Acusações sobre uma coisa que eu não fiz me tiram totalmente do sério...

- Funk, axé, CALYPSO e outras porcarias mais... acabam com a minha vida...

- Acordar às 5 da manhã todos os dias, algo que já me faz acordar xingando o mundo todo...

- Ônibus lotado em dia de chuva... todos os vidros fechados, e você consegue sentir o cheiro do suvaco do motorista estando colado à porta de desembarque, no fundo do ônibus... deplorável!

e por aí vai! hahaha

Dá uma olhada no meu blog, Alessandra!

http://hugobecker.blogspot.com

Bjos

Véio Gagá - BH said...

Alê, tudo isso me irrita, mas tem uma coisa aqui em BH que me tira do sério mesmo: o sinal nem bem abriu e quem está lá na terceira ou quarta fila do grid dá uma buzinadinha. Pô, se estamos todos na rua, dentro do carro, com o motor ligado, é porque queremos ir de um lugar ao outro. Não preciso que ninguém me lembre disso.

Ron Groo said...

Que irrita?
Sem Ordem...
Panela de pressão (não sei porquê)
Dunga (eu sei porquê)
Música de FM ispertha...(argh)
Gerúndio de telemarketing
Speed da telefônica que é lerdo.
Conexão que me deixa uma semana fora da rede.
Calypso
Sertanjos
New rock brasileiro (tudo igual)
Paulo Coelho.
Spyware no pc
Noticias do Congresso
Editoras que dizem que meu material é bom, mas não quer lançar.
Funk Carioca.
Toques engraçadinhos de celular;
O próprio que não para de tocar.
Repolho...
A caxumba de meu filho Gabriel que quase nos enlouqueceu de medo.
Ih vai longe...

Gustavo M. said...

Vamos ver se lembro de algumas:

- Propaganda de Banco, Celular, da Batavo e do Vectra GT: Bem, observando esses anúncios, tenho a impressão que vivemos em uma grande Estocolmo Tropical, não consigo entender porque 90% dos modelos escolhidos para essas propagandas TÊM que ter olhos azuis, verdes...enfim, claros! É mais do que sabido que a maioria da população brasileira é parda ou negra e continuam a segregação através dessas propagandas que mostram apenas pessoas brancas, de olhos claros, rindo como uns abobados aos telefones ou fazendo gestos esquisitos para divulgarem seus bancos de "coração", ou arregalarem seus grandes olhos suecos diante de um bom pedaço de lasanha congelada....brancos e mais brancos, olhos azuis, biotipos diferentes do que o encontrado na esforçada e sofrida massa brasileira. Posso ser taxado de chato, mas acho bastante hipócrita uma empresa agir de modo tão pouco democrático e focar seus belos holofotes apenas nos padrões ditados por revistas de moda e afins....a felicidade necessariamente tem que ser branca e de olhos azuis? Esse é um tipo de racismo mais virulento que conheço, triste, muito triste! Propaganda do Vectra GT: não entendi o que "sair da linha" tem a ver com aquelas duas modelos quase "se pegando" no elevador, não sou puritano e respeito todas as preferências sexuais, mas aquilo soou tão artificial e vulgarzinho (a idéia era ser chique)que não precisaria estar ali....

- Propaganda de Cerveja e seus gestos e bordões cada vez piores: Zeca-hora, bar da boa, "exxperimenta"....saudades da elegante, enxuta e divertida primeira propaganda com o baixinho da Kaiser antes de virar um pastiche.....

- Pensando na vida nos semáfaros: mesmo aqui, cidade pequena (e talvez por isso), as pessoas ficam observando o belo céu azul enquanto o sinal verde grita para elas...

- Filas de bancos e dois caixas trabalhando: quando me obrigo a pegar fila (uma vez por mês e olhe lá), é sempre a mesma coisa em todos os bancos....fila, dois trabalhando e quatro caixas vazios.

- neo-celebridades, BBB, axé, sertanejo, Calypso, programas de domingo...etc, etc

- e mais um monte de coisa que escreverei depois.....

Felipe Atch said...
This comment has been removed by the author.
Felipe Atch said...

Monografia! Atualmente é o que mais me irrita.
Meu desorientador, marca e não aparece e depois dá bronca.
Reuniões marcadas para as 17h e começam as 18h, querendo acabar logo porque já "estamos atrasados."
Atendente de telemarketing.
Engarrafamento, interne quenão funciona(estão no mesmo patamar).
Domingo a tarde de chuva.
Empurrar carro.
Filade vários tipos.
Ônibus Lotado para ir a práia.
Programas de computador queresolvem náo funicioar quando você mais precisa.
O som do carro do meu vizinho, e o gosto musica dele.
SApato rasgado em dia de chuva.
Mensagens de perca peso dormindo no orkut.

Sidinei said...

Vamos lá:

Pessoas que não sabem falar o seu nome e pra te chamar te cutucam.

Pessoas que não conheceram uma maravilha do mundo moderno chamada comunicação e por isso não são capazes de preferem o seu nome e preferem rebatiza-lo de "grande" ou de "jovem".

Esposas que te cobram o tempo todo, e quando você cobra delas algo você passar a ser no mínimo "sufocante".

O De la Rosa e Klien que acham que um dia ainda vão ser titulares na F1. Será que eles não podiam ser humildes e resignados como Badoer e Montagny que já admitiram a função de test-drivers (o que não é de forma alguma, demerito).

Gente que nasceu em familia rica ouvindo Rap, falando com autoridade de periferia e de exclusão social, isso é produto de filmes como Cidade de Deus e tropa de Elite, eu prefiria muito mais quando eles apenas assistiam malhação e aqueles programas bobocas de TV acabo, pelo menos tinham conhecimento do que falavam (nossa como estou azedo).

Pessoas que deixam as cicatrizes do passado modelarem as bases do seu futuro.

Pessoas que papéis do tipo (amarração pro amor, dinheiro sem consulta no SERASA) dentro do seu carro quando você para no semaforo.

Pessoas auto referentes: não basta vencer sem ajuda de ninguém na vida, tem que ficar repetindo isso como se fosse um mantra.

Por enquanto é isso.

Sidinei Gadelha

Sidinei said...

Ah,

Vanderley Luxemburgo e Rogério Ceni.

O que os dois tem em comum: a chatice. Ambos quando vencem fazem questão de publicar a todos suas receitas de sucesso, dizendo que foi tudo produto de um "trabalho sério" (odeio essa expressão). E quando perdem reclamam de tudo e de todos, da arbitragem, do gramado esburacado, da CBF, da CONCACAF, da FIFA, da chuva, da sitação economica do país, da copa de 50, do Lula, da seca do nordeste, do funcionarismo público ...

emfim, são dois profissionais soberbos, mas que não sabem ganhar, nem muito menos perder, tudo pra eles tem que ter um discurso, que quase sempre é irritante.

Sidinei Azedume Gadelha

Ico (Luis Fernando Ramos) said...

Em ordem:

- Injustiça
- Arrogância
- Incompetência (ainda mais se ligada à arrogância)
- Individualismo no trânsito
- Ausência de gentileza

Francisco Luz said...

- A do gelo e limão é mortal. É ridículo ter que pedir para uma coca vir sem gelo e limão.

- Aqui em NH (RS), é normal o pessoal esperar para atravessar no meio da rua. Quando estou voltando para casa, tenho que buzinar para que o pessoal abra espaço para as duas filas de carro que cabem na rua.

- Pessoal que fala gíria de filme. Agora, são as do Tropa de Elite. Ano que vem, outro filme entra em cena, ou programa de tv.

- Gaúcho pride, a mania besta de achar que este estado falido é melhor que o resto do país.

Saco de Gatos said...

- A torcida do Flamengo me irrita profundamente, sempre irritou, e hoje mais ainda com a versão ridícula do "Tema da Vitória";
- Rogério Ceni e Vanderlei Luxemburgo;
- A Beija-Flor no carnaval carioca me irrita;
- Fila de banco;
- Big Brother;
- Ivete Sangalo e quase tudo o que vem do Axé;
- Marisa Monte e Ana Carolina, farinha do mesmo saco;
- Los Hermanos e Oasis, porcarias hoje cultuadas como se fossem Deuses;
- Viajar de avião;
- Passageiros "espaçosos" em ônibus;
- Mulher de 20 anos achando que pode ser melhor que uma de 40;
- Homem de 40 anos achando que pode se passar por um de 20;
- Transar de camisinha.

Herik said...

Ah, o que o Véio Gagá disse sobre BH é verdade. O pior é que o motorista que buzina normalmente é aquele que andam igual a uma tartaruga e segura todo mundo. Alías, em BH a definição de milésimo de segundo é "o tempo que um motorista demora para buzinar quando o sinal abre."
Já que falo de trânsito, vão algumas coisas que me irritam:
1 - Aqueles boyzinhos que rebaixam o carro e depois não podem andar a mais de 30 km/h sem que o carro bata no chão.
2 - Ainda em relação a este espécime urbano, quando abrem os malditos bagageiros com som na última altura. Não preciso dizer que o repert[orio passa longe de Cico Buarque, né!?
3 - Motorista que para em vaga de deficiênte físico, em fila dupla ou ocupando mais de uma vaga em estacionamento.
4 - Motorista que dá uma buzinada para chamar alguém que está dentro de casa. Custa descer do carro e tocar a campainha? Custa usar o maldito celular?
5 - Pessoa que espera chagar na sua vez no caixa ou qualquer outra fila e desanda a procurar tudo na bolsa/bolso.
6 - O caixa que pergunta se pode ficar devendo dois centavos porque não tem troco.
7 - Pachequice em Copa do Mundo.
8 - Gente que se acha patriota só porque torce para a Seleção Brasileira ou Felipe Massa.
9 - Revista Veja e afins.
10 - Galvão Bueno.
11 - Jogo da Seleção.
12 - Babação de ovo pelo Ronaldinho Gaúcho.
13 - Cueca sem elástico. É horrível!
Vou parar por aqui, pois estou muito irritado, ainda mais ao perceber que poderia escrever muitos mais coisas que me irritam e não dou conta.
Um abraço a todos os irritados e calmos da vez.

valéria mello said...

Uma coisa que me irrita muito é essa obrigatoriedade de usar roupas, sapatos, acessórios desconfortáveis ou que não combinam com a pessoa, ou as duas coisas, só para estar na moda, só pra não ser olhado na rua como um ET. E nessa mesma linha, fico muito irritada com pessoas que se preocupam demais com a opinião dos outros, que deixam de ser elas mesmas para se moldar ao que os outros esperam delas.
E também fico muito irritada quando implicam com as minhas cachorrinhas.

Fernando said...

Alessandra, são tantas coisas que me irritam, mas vamos a algumas delas:
1- Motoqueiro e motorista que não entendem uma lei básica da física: Dois corpor não ocupam o mesmo lugar no espaço. Os caras não entendem que não dá para passar e enfiam a porcaria do veículo em qualquer espaço.
2- Farol Amerelo é atenção e não siga.
3- Propaganda de farol, aqueles papeis inúteis de propaganda de apartamentos e lojas de carro.
4- Financiamento, eu me irrito com isso. Se tenho a grana para pagar a vista por que tenho que pagar a mesma coisa de quem divide a compra?
5- Banheiro e cozinha sujos.
6- Ex que não se toca que acabou.
7- Débito ou crédito
8- Guarda de Trânsito que só vê o que interessa a ele.
9- Colega de trabalho, folgado!
Acho que tem mais, mas esta bom por hoje!
Beijos

Luizano said...

Ih rapaz.... a lista é grande.
A maioria bate com o pessoal ai em cima, mas nesse momento o que tem me irritado mesmo é ficar recebendo mensagem da ex, sei que é cruel isso, mas receber 17 mensagens num dia só, ninguém merece.
Abraços

P.S. O negócio do gelo e limão é brabo mesmo, parece que a gente que não quer é anormal

Diego said...

- Galvão Bueno
- Rede Globo
- Editora Abril
- PSDB
- Vôlei e futebol de praia
- Dr. Stock
- Perguntar se é crédito ou débito, eu sempre me confundo com isso
- Patriotismo exagerado
- Internet lenta
- ouvir que Obina é melhor que Eto'o, nunca isso vai acontecer
- Axé, funk, forró, "música" eletrônica, hip-hop, música sertaneja e afins
- quem me chama de Diogo (que raiva!)
- e às vezes, quase todo dia, eu me irrito comigo mesmo.

O Chato said...

O que me irrita? Blogs.

Ron Groo said...

Alessandra... Tem um premio rolando por aí na rede... o ESCRITORES DA LIBERDADE, ao qual fui indicado e fazendo jus ao protocolo da brincadeira indiquei também os meus prediletos. Se puder de uma olhada e veja o pequeno video que deixei lá a guisa de medalha... Ah e não precisa passar adiante não tá... Não há problema nenhum em quebrar esta corrente.

Alex Sotto said...

Mais....

- “O que faz você feliz? O pão? A batatinha? O cheiro da cebola fritando?...”, no comercial o que me irrita é o tom de voz do “locutor” (Arnaldo Antunes?) do comercial...
- Quando sempre que perguntam sobre algo detestável dão exemplos de axé, forró, pagode, etc... É um efeito Ceni do contrário, pois no Ceni tudo é divino, tudo é maravilhoso...
- Cada vez que Vanderlei Luxemburgo ou Milton Neves começam a falar na TV ou rádio. Mudo de estação imediatamente...
- De gente moralista que sempre usa novelas como exemplo de imoralidade, dá exemplos e descreve as imoralidades com caras tão devassas que chegam a me envergonhar...
- Saudosistas, e piores saudosistas os que imaginam que por eu ser um tiozão tenho que concordar com eles.
- Gente “monoculta”. O cara que só saber discorrer sobre único tema e sempre discorre sobre o maldito tema. Tenho um amigo que só fala direito sobre boxe!!!
- Protocolizar, excepcionalidade, disponibilizar, confidencialidade e várias outras... Citei as quatro porque as uso bastante no meu dia a dia... Sempre troco mentalmente por protocolar, exceção, dispor, confidência... Nossa língua já é tão difícil, mas fazem o possível pra “complicalizar”...
- A incapacidade do meu superintendente de lidar com pessoas. Brigamos demais por isso, o cara tem a sensibilidade de uma masmorra...
- O mal humor do Chico Anysio... É bizarro que um cara tão irritadiço e permanentemente de mal com a vida seja, ou tenha sido, humorista!!!

Tenho muitas mais...


Alex Sotto

Celinho Boy said...

Nossa, Alessandra, tem tanta coisa que me irrita. Aqui vai:
-Pessoa andando de bicicleta na calçada.
-Pessoas que te chamam de pão dura, mesmo dando muito dinheiro.
-O pedido convocação do Rogério Ceni.
-Jornalistas oportunistas criticando o Dunga(ele não é uma Brastemp, mas algumas coisas que andam diznedo por aí. EX: Não convocar o Rogério não é coisa de técnico ruim, é de burro).Explico: não gosto muito da forma como eles criticam o técnico. Soa mais como discurso demagógico, ou seja, falam tudo que nossos ouvidos gostam de ouvir.
-Jornalista eudeusando a seleção após uma supergoleada no Íbis, destacando a jogada daquele jogador.
-Alguns supostos jornalistas aqui do sul.
-Programa que mostra cura de Aids, lepra e afins.
-Informecial com o mesmo produto do mês passado.
-Jornalista chamar os outros de bairristas.
-Oposição fazer jogo sujo e depois no governo idem. Recrimina o governo e que quando chega no governo faz a mesma coisa.
-Gente intrometida.
-Gente antipática.
-Gente rotulista, sarcástica.
-Pseudo ritmos: funk, sertanejo, axé, pagode. Nota: me refiro aos subprodutos travestidos de música do povo.
-Faustão e seu discursos clichês, tipo, País que não oferece as condições básicas; Fulano cumpre seu papel na sociedade. Sem falar nas interrupções.
-O Cansei e Cansamos.
-O MST e a Farsul.
-Os racistas, os nazistas e fascistas.
-Propaganda com o Maluf(alguém viu a última).
-Propaganda de cerveja.
-Propaganda pão de forma da Itaú.
amanhã tem mais

Alessandra Alves said...

em uma análise preliminar, rogério ceni está ganhando de goleada. quem diria... nunca imaginei que o reinado dos atendentes de telemarketing tivesse acabado...

Café com F1 said...

Gelo e limão mata mesmo....da vontade de falar: "Eu pedi gelo e limão? Não né...então é sem!!!"...
E quando o cartão só é de débito tipo Visa Electro, da vontade de responder crédito e deixar a pessoa tentando...rsrsrs

Valéria said...

Muitas coisas me irritam:
-fila,
-trânsito caótico e hiper engarrafado,
-Rogério Ceni, Galvão Bueno, e fanáticos por futebol que acham q o torcedor do time adversário é seu inimigo pessoal no dia do jogo,
-fila de banco,
-gente que fura fila,
-balconista que fica batendo papo com colega e te deixa esperando o atendimento,
-motorista que fica na fila da esquerda a 10 Km/h,
-motorista que não dá seta ao mudar de faixa ou fazer conversões;
-buzina de motoboy,
-atendimento de telemarketing,
-gerundismo,
-os políticos brasileiros em geral,
-fanáticos religiosos (de qualquer religião) que ficam o tempo inteiro tentando te converter ao credo deles, e/ou, classificam como "hereges", "diabólicos", "involuídos" etc, os que não professam a mesma crença,
-piadas racistas,
-racismo, sexismo, e qualquer outro tipo de preconceito,
-arrogância.

L-A. Pandini said...

Me irritam:

- Pedir um prato em um restaurante e descobrir que ele tem queijo ou queijo ralado, quando esse é o único ingrediente que não aparece no cardápio.

- Ir a um restaurante, ter apenas um couvert servido e ser cobrado pelo número de pessoas na mesa, seja um ou dez. (Contra isso, há uma medida simples e eficaz: recusar o couvert.)

- Gente que não anda quando o semáforo abre.

- Gente que anda devagar na faixa da esquerda.

- Gente ingrata.

- Preconceitos em geral.

- A péssima qualidade de vida que se tem em São Paulo.

- A devastação que paulistanos e cariocas da elite fizeram com suas cidades ao longo das últimas décadas (e ainda têm a desfaçatez de colocar a culpa nos nordestinos e nos pobres).

- A "grande mídia", que perdeu a compostura. E perde mais um pouco a cada dia que passa.

- Assuntos fúteis, inúteis e absolutamente desimportantes recebendo cobertura jornalística "séria".

- "Celebridades", verdadeiras nulidades humanas, recebendo cobertura jornalística como se fizessem alguma coisa de útil pela sociedade.

- Tucanos e ex-pefelistas que roubaram o quanto puderam, levaram o País à falência, apoiaram (apóiam) medidas autoritárias e tiveram (têm) atitudes idem, e agora querem posar de administradores competentes e querem dar lição de moral.

- Pessoas que acham que você deve ser escravo do telefone celular: te ligam, não deixam recado e, quando você fala com elas, respondem indignadas: "Liguei no seu celular e você não atendeu!". Dá vontade de responder, delicadamente: "Vá se foder, eu estava cagando, caralho!". Ou, como já aconteceu, eu não atendi o celular e o sujeito ligou para o escritório perguntando se eu tinha outro aparelho!

Oras, vão plantar batatas os escravos de celular. Se eu estiver ocupado com outra coisa e não puder atender, não atendo. Secretária eletrônica existe para deixar recado. Se o imbecil quer atender celular até no meio da escovação de dentes, problema dele. Mas não exija tal comportamento dos outros.

- Mulheres-estrupício. De uma eu me livrei há alguns anos. Da outra, é bem mais difícil. (Antes que alguém entenda errado, nenhuma delas foi namorada ou esposa.)

- Gente que te vê uma vez por ano, ou a cada dois anos, e quer fazer piadinhas e ter intimidade de amigo de longa data.

- Axé, pagode, sertanojo e outros lixos erroneamente chamados de música.

- Gente interesseira.

Saco de Gatos said...

Outra coisa irritante ao extremo: Neto, que acha que sabe tudo de futebol, quando não sabe, dizendo a três por dois que o Vanderlei Luxemburgo tem que ser o técnico da seleção. Está certo que o Dunga não é tudo isso. Mas pôr um estelionatário numa função como esta, um homem que já fracassou neste cargo, não dá!

Sidinei said...

O Neto me irrita ao extremo. Que me perdoem os paulistas, nada contra vocês, mas uma grande displicência cometida por Neto, Milton Neves, Avalone e companhia é esquecer que o programa deles é exibido em rede nacional. Quando é pra falar dos times paulistas eles analisam a partida minuciosamente e falam e se comportam como se estivessem apresentando um programa só pra São Paulo. Isso me irrita bastante, que façam um programa só pra São Paulo ou então bolem algo mais democrático! E sobre o que o Neto diz pro Luxemburgo só tenho uma coisa a dizer: O Luxa é sim um grande técnico que hoje tem a receita perfeita pra vencer campeonatos paulistas e ponto final. Assim como Joel Santana teve, anos atrás a receita perfeita pra vencer campeonatos cariocas, realizando a notória façanha de ser campeão com os 4 "grandes do Rio". Luxemburgo na seleção é comentário de quem não entende de Futebol.

L-A. Pandini said...

Esquecimento imperdoável da minha lista:

- Época de natal. Não pelo evento que a data comemora, mas pelo consumismo compulsório e pelas confusões causadas pelos inevitáveis compromissos sociais familiares (noite de natal e almoço do dia seguinte), nos quais haverá uma convivência fugaz (e muitas vezes absolutamente hipócrita) com pessoas com quem você mal conversa no resto do ano.

Ô coisinha irritante, enjoativa, abominável.

Alessandra Alves said...

amigos: a profusão de agentes irritáveis foi muito maior do que eu podia supor. assim que possível, vou fazer uma contabilidade e apresentar os vencedores. aguardem!

Adriano said...

Muita coisa me irrita. Aí vão algumas..
. Pessoas no elevador da empresa falando sobre trabalho. E alto.
. Criança mal-educada.
. Motorista de ônibus folgado. Quando quer mudar de faixa dá seta e já vai jogando o " busão " pra cima de quem tá do lado. E ainda acha que tá certo.
. Rock nacional atual. NX Zero, CPM 22 essas babas. Felizmente Los Hermanos acabaram...
. Chefe na reunião dizendo que identificou um problema, que se não fosse ele, etc. Só que você já tinha falado pra ele antes... E tem que ficar quieto, senão...
. Entrevista de jogador de futebol.
. Stock car brasileira. Ô coisa chata. Um monte de piloto ruim. E tem gente que enche a bola da categoria ( Reginaldo Leme principalmente ). Argh.

Abraços.

Herik said...

Ah, lembrei-me de uma coisa que irrita demais: Engate para vento que motoristas "espertos" colocam em seus carros somente para estragar os para-choques dos outros e machucar pernas dos pedestres. Aliás, tive minha memória despertada para isso, hoje, de uma forma bem dolorosa.
Tem outras, como Sarney e ACM Neto criticando o continuismo no poder de Chavez na Venezuela, o conveniente esquecimento por parte da imprensa quanto ao mensalão tucano e da participação neste de um certo governador das Neves...

neto said...

nosssaaa.. q mulher rabugenta!!!

Edu said...

Hmmm,

Eu adoro andar com o pé descalço sobre o painel... As vezes faço isso até dirijindo.

E eu sou tarado por ligar diversas vezes seguidas para o celular... Eu me empolgo, faço para irritar mesmo, completo a lista das 10 últimas ligações para mostrar para a vítima... ehehe.

Gabriel Pandini said...

E também é muito bom vencer coisas que irritam não é mesmo?
Um beijo
Gabriel.

L Filho said...

Coisas que me irritam:

- Mastigar do meu lado,
- Motorista barbeiro buzinando no transito, poderia frear, mas prefere buzinar,
- Pessoas que falam: é verdade ! Com certeza ! Pois é !
- Quem anda com os pés em cima do painel,
- Palavrão,
- Falta de educação e respeito com outras pessoas,
- Político,
- Ligar para telefone celular e ele esta desligado,
-

G. Bueno said...

Programa de "ESPORTE" em geral, seja na Internet, Rádio e Televisão que acham que esporte é apenas FUTEBOL.