Wednesday, February 14, 2007

Homem primata

Ao vencedor as batatas? Vale tudo para ser vitorioso? No GPTotal, a reflexão sobre um personagem polêmico da Fórmula 1. Vai lá, vai...

4 comments:

Anonymous said...

Otima columa Alessandra, o Briatore realmente sabe pegar as ondas no momento certo,e sair de cena na hora exata,como deve ser os homens de sucesso.
Queria ter um pouquinho que seja de seu feeling.

Jonny'O

Alessandra Alves said...

ah, jonny´o, fala sério: você queria era ter as beldades do briatore ao seu lado!

Anonymous said...

hE he he!

Jonny'O

Mario Lago said...

alessandra, incrível como, ao deparar com o nome do pupo moreno no texto, sente-se a extensão, a realidade e a vitalidade do predador briatore. são, ambos, sob o mesmo espaço, o retrato do paradoxo, da diferença, do que se epera do homem futuro (moreno/humildade/esforço) pelo que se despresa -ou teme- do homem atual (flávio/arrogância/oportunismo).
contudo, apesar de reconhecer em briatore qualidades que o desqualificam, acho que se fosse o tarso marques o escolhido junto a minardi, e não o alonso, teriamos hoje não oito, mas, pela conta espanhola, dez títulos na f-1. pizzonia, se tivesse aceito o contrato de cinco anos que briatore lhe ofereceu, talvez hoje estivesse no lugar de fisico e não pilotando para o mesmo na gp2.