Tuesday, September 04, 2007

Rádio GP no ar


.
Já está no ar mais uma edição da Rádio GP, o podcast do site Grande Prêmio, que pode ser baixado e ouvido a qualquer tempo.

Desta vez, com a apresentação de Victor Martins e os comentários de Ivan Capelli, Bruno Vicária, Luiz Fernando Ramos e desta que vos escreve, o programa debate as corridas do último final de semana, com destaque para IRL, Mundial de Moto, Rali da Nova Zelândia e, claro, um preview do GP da Itália de Fórmula 1. Quer saber qual meu palpite para Monza? Baixa , e comenta aqui.

7 comments:

Speed Arosi said...

Cara Alessandra,
Como escrevemos a alguns dias atrás, gostamos de suas escrita e agora teremos que ficar espertos para não perder suas "aparições" radiofonicas. Vá em frente que atrás vem gente, e vc é gente que faz. eheh
Anselmo / SBC

Gabriel Jacob said...

Boa Noite Alessandra,
Sempre que posso visito o seu blog, e por conhecer bem o conteudo de vcs achei bacana recomendar uma curiosidade que vem se viralizando
pela internte, principalmente em blogs do Brasil
Eu to falando de um vídeo divulgado no You Tube recentemente, onde dois jovens malucos fazem de tudo para ganhar uma graninha para
comprar uma Ferrari. Maluquice é pouco, precisa dar uma olhada nisso, e o meu maior interesse é descobrir qual é a deles...sendo que semana
passada eu fui a festa da Achiropita no centro da cidade de São Paulo e me deparei com esses dois, sem saber o que eles tavam tramando, tinha um
deles que tinha uma camisa com os dizeres: " vendo meu rim por uma Ferrari"...pode?
Por isso estou mandando para você, principalmente por ser uma pessoa ligada a este meio de automobilismo, talvez saiba do que se trata tudo isso.
Estou te mandando o vídeo que ta circulando e se espalhando pela web para vc alem de analisar, caso nao tenha visto, poste no seu site, acho que
pode ser uma dica bacana e curiosa para chamar a atenção dos seus leitores;

Link do youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=O6FfOVfsHZw

Caso vc publique no site me avise por e-mail...eu já to mais do que curioso, lembrando que ninguem que publicou em seu site consegui codifica o que esses dois malucos estão querendo ou divulgando.


Conto com a sua colaboração !!!

Gabriel Jacob
gabrielmalufjacob@gmail.com

Celinho Boy said...

Em resposta ao post anterior, não tõ muito lembrado do termo chicane móvel, mas me lembro dos pilotos com fama de chatos, tipo o katayama ou o famoso nakajima.
sim, desejo muito um dia ir aí em são paulo e te desafiar. vamos ver o quanto anda minha resistencia física. vi tua foto. muito bacana, meo. parecia uma profissional. :)

dia desses, me sugeriste que eu lesse um post do ico sobre o gp de monaco de 1984 e fiquei supreso ao saber que o senna teve seu carro danificado ao passar pelo rosberg pai e que poderia ser ultrapassado por um piloto alemão, que acabaria por morrer mais tarde.
mas ficou na história que a corida foi manobra dos manda-chuvas da f1, quando na verdade eles teriam tomado a decisão certa. o curioso foi que senna depois ganharia 6 gp's de monaco(me lembro qundo ele deu um passeio pelas ruas de monaco no dia seguinte de sua vitória em 1993 juntamente com a então namorada adriane galisteu).
nossa! se fosse asim certamente se eu tivese tentado mudar a história certamente o senna não teria esta projeção(ou não, pode ele depois mostrar serviço em outra corrida. me fez lembrar aquele filme o efeito borboleta). de qualquer maneira, obrigado pela dica e espero ter-lhe respondido.

sobre o podcast, eu escutei uma parte dele e me senti bem informado sobre o que rolava acerca do automobilismo, que é de longe meu forte. me chamou a atenção o fenomemo valentino rossi(e até aquela história dele migrar para f1). não sei se ele teria vez na f1 onde os egos são muito inflamados, a realidade da f1 é bem diferente da moto gp. muita mídia, muita cobrança. só lembrar a quantia de pilotos de migraram da indy para f1, tipo michael andretti, o alessandro zanardi e o caso mais ou menos bem sucedido o jaques vileneuve(até foi campeão do mundo, mas depois relaxou e gozou e virou piloto de segunda, mas arrogancia de piloto de primeira). rossi teria que reaprender tudo. dirigir meia tonelada é bem diferente duma moto de 500cc. ainda acerca de moto gp bem tocado este lance do barros, pois tbm fico preocupado que não se criou ainda um piloto brasileiro capaz de substituí-lo. o que seria uma pena, meo. o problema talvez se deve ao fato do país não ter uma paixão cativa pela motovelocidade, embora muitos brasileiros andem de moto. pena tbm a globo não transmitir mais a moto gp. não que fosse fã, mas era bom pra a emissora não se resumir a f1 e stock car, provas de quatro rodas.
sobre a indy, me chamou atenção a dúvida se danika patrick em vencer uma corrida um dia. eu sinceramente espero que este dia venha acontecer. quem sabe. ela já chegou bem perto, um segundo lugar não é uma posição desprezável. e deveria ser laureado pela mídia. sabe que foi por vcs que soube que ela chegou em segundo? alguma outra mulher chegou tão perto ou ela fez história? beijos alessandra e tudo de bom pra ti.

PS por tua culpa estou retirando do mofo histórias bem curiosas sobre minha vida.

Capelli said...

Estamos ficando importantes, hein Alessandra? Nossos blogs já está virando alvo de marketing de guerrilha... :)

Capelli said...

"já estão", com o perdão da minha ignorância...

Anonymous said...

Como sempre,gostei de sua participação ,e concordo com o que vc disse sobre os testes do Rossi com a Ferrari ou melhor nossa Ferrari(ainda vou te convencer),mas acho que no fundo no fundo ,o Valentino ficaria meio confuso e surpreso se fosse muito veloz com um F1.

Jonny'O

Alessandra Alves said...

anselmo: obrigada!

celinho: chicanes móveis era um apelido maldoso para carros muito lentos. os mais rápidos chegavam até eles para dar uma volta e praticamente os contornavam, como se eles fossem não um carro, mas uma chicane da pista.

legal saber que você ouviu e gostou da rádio. fique ligado, toda semana tem (eu não participo de todos os programas, mas eles são sempre legais).

capelli: a minha parte eu quero em grana, e você? hahaha

jonny´o: sem dúvida, o talento do rossi nas motos é enorme, mas não quer dizer que ele faria o mesmo nos carros. na moto gp ele é rei. o que seria na f1? se eu fosse ele, não pagaria para ver. pelo menos não por enquanto, no auge da forma.