Wednesday, October 18, 2006

O diabo veste vermelho

No ar, mais uma coluna minha no GPTotal. O Rei, Roberto Carlos, não passaria nem do título, pois não menciona palavras ligadas ao Tinhoso. Mas vai lá, são tantas emoções...

4 comments:

Cynthia said...

Schumacher não me inspira. Nunca me inspirou. Não é ídolo, é vencedor. É Dick Vigarista, me parece capaz de tudo pra vencer, quando nem precisa disso. Gente assim me cansa, me desestimula, me irrita até. Seria bom (para variar)termos uma corrida surpreendente e que vencesse outro que não Alonso ou Schumacher.

Anonymous said...

Tomara que tenhamos um final normal ,sem "capetadas"!
Alias ,o diabo pode aparecer em forma de chuva, do jeito que tá o tempo...ai ai!

Jonny'O

Gustavo M. said...

Pressão máxima....o alemão sabendo que será sua última corrida, com certeza saberá apreciar cada centímetro da pista ao máximo. Ataque total, adrenalina provocando verdadeiras limpezas coronárias; podem apostar que o alemão irá se divertir na derradeira prova sabendo que tudo que vier será lucro. Privilegiado ele saindo por cima, sem sentir os sinais da decadência dos reflexos e pormenores físicos. Vamos ver uma bela corrida no domingo...ah, curiosidade, hoje vendo ele conduzindo a ferrari de passeio com o reginaldo leme ao lado - o alemão parecia aqueles motoristas "tunning" - com o encosto do banco bem relaxado, uma mão no volante e outra repousando entre as trocas de marchas sobre a alavanca....e isso quando já estava andando forte. Verdadeiro oposto do que a escola de pilotagem reza: duas mãos firmes no volante, passagens de marcha rápidas e decididas, abandono da alavanca quando não necessária. Tudo bem, ele estava brincando mesmo que em ritmo forte, mas é um caso bem emblemático de que temos ali uma pessoa como nós, abençoada com o dom da velocidade, mas tão perto e fálivel (manias e afins) como você, eu os outros seis bilhões de pessoas do planeta. Terrível essa mania de muitos em mitificar as pessoas ou "robotizá-las", o Schuma já provou sua vulnerabilidade muitas vezes....

Precisamos mais de "tinhosos" como esse que se dedicam a filantropia - uma face menos exibida do piloto que veio bem à tona no caso dos tsunamis - para vivermos em um mundo um pouco mais justo.

Boa sorte a ele, não sou seu fã (não curto ídolos, mas sim exemplos em suas áreas), mas acredito que temos ali um homem que muito têm a mostrar aos seus pares.

Alessandra Alves said...

cy: eu acredito firmemente que a evolução do ser humano vai determinar o fim do esporte de competição. à medida em que a humanidade evoluir, as práticas associadas a vencer a qualquer preço vão terminar. então, nesse dia, daremos as mãos e cantaremos "we are the world" ou "imagine". em tempo: isso não é ironia!

jonny´o: uma chuvinha em interlagos tornaria tudo ainda mais divertido (para mim, aqui, sentadinha no conforto do meu sofá). engraçado é que o gp do brasil mudou de março para outubro para escapar das chuvas...

gustavo m.: é o que sempre dizemos no gptotal. ídolos do esporte são apenas isso, ídolos do esporte, não modelos de comportamento nem redentores de uma nação.