Wednesday, April 11, 2007

Bem que eu avisei...


.
O papo sobre cantoras de jazz & blues estava tão bom que nem quis mudar de assunto. Resisti a comentar o GP da Malásia, até porque vou escrever na sexta sobre o tema, no GPTotal. Mas depois de ontem não dá para agüentar. O Manchester United venceu o Roma por 7 a 1. A notícia realmente não me abala. Tenho uma dívida de gratidão com o time inglês pelos serviços prestados em Tóquio, no final de 1999, mas só. E nada tenho a favor ou contra o Roma (aliás, há comentaristas que dizem "a" Roma... que seja).

Mas ontem, no jogo de volta das quartas-de-final da Copa dos Campeões da Europa, o Manchester humilhou o time italiano, fazendo 7 a 1. O que me agita é o nome do goleiro do Roma, este que ontem abaixou sete vezes para buscar a bola no fundo das redes. Doni.

Felizmente, tenho poucos cabelos brancos, característica genética talvez herdada do meu pai, que começou a ver o cabelo encanecer depois dos 40. Quando meu primeiro fio surgiu, bem na fronte, mas estrategicamente localizado abaixo da franja, dei a ele o nome de Doni. Nunca vi goleiro para dar mais susto na Fiel. Quando ameaçava, ops!, defendia o gol do Corinthians, Doni tinha o assustador hábito de rebater chutes adversários dentro da pequena área, aquilo que os narradores chamam de "bater roupa". Cada bola rebatida dessas, meu coração dava pulos.

Ao saber que Doni tinha sido contratado pelo Roma, tive certeza da decadência do império. "Os romanos que se cuidem...", lembro de ter pensado.

Taí.

11 comments:

valéria mello said...

Eu assisti o primeiro jogo entre os dois e até que foi bastante equilibrado. Mas o Manchester jogando em casa é arrasador. Aliás, os times ingleses estão vivendo um ótimo momento. Mas o Doni, pelo que tenho acompanhado do campeonato italiano, até que não vinha tão mal. Acho que ele escolheu o pior momento para reviver os tempos do Corinthians.

Anonymous said...

Êta posição mais triste no futebol, o goleiro é quase sempre o culpado, francamente não vi os gols ,e sinto muito pelo Doni ,que vinha fazendo boa campanha pelo Roma.
Eu era goleiro também ,não deveria ,pois 1,74m é pouco para ficar debaixo do travessão.Mas não ligava muito para isso ,e sempre me preocupei em ter um belo uniforme, e luvas brancas é claro, mediano sim, mas com estilo!
Mas 7X1 fica dificil defender meu colega !

Jonny'O

Herik said...

Compartilho com você, Alessandra, o sentimento (?) pelo Doni.
Como cruzeirense sofri alguns - poucos, é verdade - jogos vendo o Doni defendendo (?) o gol do meu time. Foi lá pelo segundo semestre de 2004, o que só aumentava a dor no coração, pois a memória daquele timaço de 2003 ainda estava muito viva.
Mas já passou... Graças a Deus!

Marcio Gaspar said...

Também não vi o jogo e não sou corintiano (graças a Deus, hehehe...), mas tenho acompanhado os jogos do Doni no Campeonato Italiano e ele vem jogando bem, muito bem mesmo. Acho interessante ressaltar o fato de que os goleiros brasileiros vivem hoje um inédito 'mercado' na Europa (Dida, Helton, Julio Cesar...). E não podemos nos esquecer que o Manchester conta hoje com o melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo. Tive a oportunidade de assistir 'in loco' o recente Portugal x Belgica (pelas eliminatórias da EuroCopa, no Estadio de Alvalade, em Lisboa) e fiquei impressionado com a qualidade, a técnica, a velocidade, a habilidade e a técnica do garoto.

pcbernardes said...

Brou,

7x1 é coisa para poucos. Doni e Saulo.

Lembra?

http://www.youtube.com/watch?v=5A4VBZQtkyY

Alessandra Alves said...

valéria mello: vou ser sincera, não assisti aos jogos. vi rapidamente os gols e só.

jonny´o: dizem que a única posição do campo onde não nasce grama, não é mesmo? alguém tem que ficar com esse ônus, mas tem um detalhe - quando pega pênalti, vira herói. saudade do dida pegando dois pênaltis do raí...

herik: sinceramente, acho que só perdoa o doni quem torce para time não defendido por ele. mas lembrei de outro ainda muito pior. lembra do nei, do corinthians?! vixe, aquilo batia roupa melhor que minha brastemp!

marcio gaspar: você tem razão em destacar os goleiros brasileiros no exterior. refletindo sobre isso, é uma conquista e tanto, né? porque era raríssimo um goleiro brasileiro jogar no exterior.

palmas também para sua observação sobre o cristiano ronaldo. além de tudo o que você falou dele, como jogador... posso?! ele é tudo de bom, lindo, fashion, uma coooooooisa! pronto, falei!

brou: sacanagem! usou a identidade da mulher! quanto ao seu youtube, ô saudade...

Anonymous said...

Ô, Alê, dessa vez o Doni não teve culpa nos gols (tá bom, talvez em um deles). O problema é que quando o Taddei, ex-Palmeiras, saiu machucado antes do jogo começar, o time do Roma se perdeu. Tá vendo? Aí falam que o Totti é o craque do time...

Renato Müller, São Paulo/SP

Celinho Boy said...

não sei se estás sabendo que sua amiga está sendo processada por afirmar que existe corrupção no judiciário. ela terá que provar o absurdo: de que existe corrupção no judiciário. Soninha fez tal afirmação num programa da ESPN, de que seria rídiculo achar que não existe corrpução no judiciário. Dê uma passada no blog dela e vai ver mais detalhes.
Att
Marcelo

Marcog said...

Tremendo off-topic, mas eu tinha que vir aqui te dizer isso: Rachei de tanto rir com aquele seu comentário no blog do Fábio Seixas, a respeito de Piquet & seus dedinhos.

Alessandra Alves said...

renato: pobre roma... doni, taddei...

celinho: obrigada pela dica. a correria está brava, eu não tinha visto, fui lá ler. adorei ver os leitores postando a notícia da prisão de um juiz hoje, no rj. defesa consolidada.

marcog: foi maldosa, admito, mas tenho certeza de que, se o próprio piquet lesse, daria risada também. ele vivia fazendo piada disso ("agora, perco menos tempo cortando as unhas"). hahahaha

andre.araujo@biotronik.com.br said...

Boa tarde Alessandra, esta é a primeira vez que entro no blog, e devo dizer que não gostei destas críticas ao goleiro Doni. Em sua época de Corinthians Santos Cruzeiro e Juventude, Doni sempre foi esse goleiro de grandes milagres grandes sustos, e infelizmente, grades frangos. Mas após sua ida para Roma, seu nível técnico surpreendentemente subiu espetacularmente, mesmo continuando rebatendo bolas, seus milagres cresceram esponencialmente, e pode se acostumar, pois ele será goleiro do Brasil na próxima copa, e haja coração, meu amigo...