Tuesday, November 28, 2006

Ainda sobre a Segundona, por quem sabe

O post anterior, acerca de um fato verídico, ensejou boa discussão sobre as divisões "de acesso" do futebol. Meu citado amigo, o jornalista Celso Unzelte, atendeu ao meu apelo e veio em nosso socorro, dando uma aula sobre o tema. Aproveitem, é de graça. Eis o texto que o Celso me mandou via e-mail:

"Realmente, é tudo uma questão de nomenclatura, ou, antes disso, de eufemismo, mesmo. Daí eu sempre escrever Série B (em caixa alta e baixa, porque é o nome oficial) e segunda divisão (caixa baixa, porque não é nome oficial, mas é a ordenação
das divisões, assim como a Série A é a primeira divisão e a Série C, a
terceira divisão).

Repare que não estamos "nomeando" essas divisões, apenas contando: primeira, segunda, terceira... Sejam quais forem os nomes de plantão que ganhem ao longo do tempo. É mais ou menos como usar os termos "alvinegro" ou "alviverde" em caixa baixa - não é apelido, mas simplesmente sinônimo de "time preto e branco" ou "time verde e branco" (nesses casos, não iria em caixa alta e baixa, certo?). Tudo bem que alguns adjetivos referentes às cores acabaram virando apelidos de fato, como Tricolor ou Colorado, mas isso já é outra história...

Voltando às nomenclaturas oficiais da segundona: como o próprio futebol brasileiro, essa história tem origem nos estaduais. Em São Paulo, em 1948, surgiu o primeiro Campeonato da Segunda Divisão de Acesso, que depois virou Divisão Intermediária (por estar entre a primeira e a terceira). Houve tempo, até, em que a primeira divisão paulista chamava-se Divisão Especial, a segunda se chamava Divisão Intermediária e a terceira divisão se chamava... Primeira (!) Divisão. Hoje, em São Paulo, tem Série A1 (primeira), Série A2 (segunda), Série A3 (terceira) e Segunda Divisão (que, como você pode ver, na realidade é a quarta, apesar de ser chamada de segunda).

No Brasileiro, a primeira vez que teve segunda divisão foi também no primeiro ano em que teve a primeira, em 1971 (chamava-se primeira divisão, porque a primeira, de verdade, era Campeonato Nacional). Ganhou o Villa Nova, de Minas, que não levou, porque não havia nem acesso nem descenso. O mesmo aconteceu no ano seguinte, 1972, com o Sampaio Corrêa, do Maranhão.

De 1973 a 1979 ninguém se preocupou com segunda divisão do Brasileiro. Ela só volta a ser disputa em 1980, com um nome que duraria até 1984: Taça de Prata (porque a Taça de Ouro era a primeira, e a Taça de Bronze, a terceira). E isso dá a maior confusão histórica, porque em seu último ano, 1970, o Robertão, aquele antecessor do Campeonato Brasileiro da primeira divisão, também foi chamado de... Taça de Prata!

Foi essa Taça de Prata, a menos gloriosa, que o Corinthians jogou em 1982, um dos anos em que se permitia o acesso de quatro equipes para a Taça de Ouro no mesmo ano. Os que não se classificavam (portanto, de quinto a oitavo) continuavam na disputa do título da segundona, que valia vaga na primeira do Brasileiro, mas só do ano seguinte.

A segunda divisão também foi chamada de Módulo Amarelo (em 1986 e em 1987), Campeonato Brasileiro da Divisão Especial (1988 e 1989), assumidamente de Segunda Divisão (aí sim em caixa alta e baixa, de 1990 a 1994) e finalmente de Série B, como a conhecemos hoje, desde 1995. Espero ter ajudado, apesar de tanta confusão!"

Celso Unzelte é provavelmente o jornalista que mais conhece a história do futebol no Brasil. Temos a honra de fazer parte de "famílias amigas". Celso e a jornalista Patrícia Rodrigues estão entre os habitués lá de casa (e nós da deles!). Celso foi chefe do meu marido, Patrícia foi minha caloura na faculdade. Sempre que nos encontramos, há ocasião para velhas histórias de redação, além de facilitarmos apresentações musicais improváveis de nossas crianças, com repertório que vai de clássicos de Adoniram Barbosa ao hino da Portuguesa Carioca.

Obrigada, fiel companheiro!

14 comments:

Anonymous said...

Po eu quase acertei mas não sabia que 2ª Divisão tinha sido nome oficial! Mas é sempre bom aprender!
Quanto a sua pergunta: "então, vem cá, falando sério? o que os capixabas fazem nas tardes de domingo?"
Praia é uma resposta comum, temos até um bom futebol de areia! Mas nem todo mundo gosta de praia, e nem sempre o tempo colabora ai é Gugu ou Faustão mesmo, eu prefiro a Igreja! Em ultimo cas se não tem mar vamos ao bar! Heheh brincadeira mas o ES realmente carece de espaços de lazer para a população, pois para turistas até que não falta!

Felipe Atch

Valeria said...

Excelente explicação. A pergunta que não quer calar é: por que ficar mudando de nome a cada 4/5 anos? Facilitaria muito se o campeonato brasileiro, e suas divisões, mantivessem o nome.

Herik said...

Ótima explicação!
Nomes, nomes e mais nomes para dizer o que no fundo a mesma coisa: é segundona mesmo!
E a galera na arquibancada e geral não quer nem saber. Vai continuar gritando... segunda divisão, segunda divisão...
Mas o melhor mesmo da explicação do Celso é constatar o verdadeiro "samba do crioulo doido" que é o futebol brasileiro.
Abração.

L-A. Pandini said...

O aumentativo "segundona" mostra que a coisa poderia ter uma força muito maior do que efetivamente tem.

Mauro Chazanas said...

Caramba, o Celso Unzelte é fera, não? Alessandra, voce dá licença de eu fazer uma pergunta pra ele, ainda no tema "Semântica no Futebol"? É uma pergunta singela. De onde raios surgiu a palavra "repescagem"? Porque,e diga-se que não entendo nada de pesca, me parece que os pescadores pescam, eles não repescam. Repescar não é pescar de novo? Como é que vai ser repescado o que não foi pescado da primeira vez? São dúvidas atrozes como esta que acabam tirando o sono da gente. Ah, essa minha dúvida tem nada a ver com o fato de eu torcer pro Peixe. Bom, a trilha sonora ideal pra esse comentário poderia ser "Suite dos Pescadores", com o Dorival e o Quarteto em Cy. Seguida de "Peixinhos do Mar", com o Milton. Inté, boa sexta pra todas e todos.

Anonymous said...

Alessandra,

Muito bom saber a respeito da "Segundona".Eu como sou torcedor do São Paulo não me interesso muito por esse assunto.Imagino que Corinthianos e Palmeirenses,mais afeitos à essa situação, tenham ficado felizes, ao ver a "importância" do tema.
ahahahahahahahahahahahah
beijo grande

Carlos Miguel

Alessandra Alves said...

felipe: minha pergunta foi, evidentemente, uma provocação, mas vou aproveitar para comentar algo que sempre me chamou a atenção. como a mídia, em geral, é omissa, desinteressada, alheia a tudo o que acontece no espírito santo. já reparou como é raro, raríssimo, ver uma notícia do seu estado na mídia nacional? por que isso acontece, você tem uma idéia?

valeria: os dirigentes do futebol brasileiro parecem adeptos da máxima "por que facilitar se é possível complicar?"

herik: sim, será sempre segunda divisão, ponto final. por isso achei tão engraçada a reação do taxista...

pandini: para alguns, têm mesmo. tem time por aí feliz da vida de ter conseguido se manter na segundona!

mauro: o celso, não por ser meu amigo, é sem dúvida o jornalista que mais entende de história de futebol no brasil. vou encaminhar sua pergunta a ele, tenho certeza de que ele responde na primeira oportunidade que tiver. quanto a pescar, não entendo nada: não suporto atividades que me obriguem a ficar quieta e/ou parada.

carlos miguel: posso dizer uma coisa? você não conta pra ninguém? morro de inveja dessa solidez tricolor!

Mauro Chazanas said...

Alessandra! Menina do céu, deixa te falar que voce está correndo muitos riscos. Uma torcedora do Corinthians admitir, nem digo declarar, mas simplesmente admitir que o São Paulo é digno de admiração, é chamar a moçada pra briga. Já já que vem um povo muito bravo querer invadir o blog e bater em nóis tudo.

Alessandra Alves said...

ah, mauro, acho que não corremos esse risco. nosso cantinho é de gente do bem, né?

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Mauro Chazanas said...

Alessandra, deixa eu te pedir um help? É que eu sei que o Celso Unzelte além de saber tudo da história do futebol, também sabe muito de música. Alessandra, pergunta pra ele, por favor, estou desesperado pra saber, qual o nome correto da marchinha de carnaval que começa assim: "Eu, perguntei ao malmequer, se meu bem ainda me quer, ele então me respondeu que não, chorei, mas depois eu me lembrei, que uma flor é uma mulher, que nunca teve coração..." Meu pai me disse que é "Malmequer" mas eu não consigo achar de jeito nenhum na internet. Tampouco me lembro quem cantava, se é que algum dia eu soube. Aliás, se alguém fora o Celso souber, olha, agradeço muito. Sério, estou ficando azul perseguindo essa canção. Obrigado, Alessandra. Bom domingo pra todas e todos.

Joana said...

uma aula!
beijos apressados ;)

Celinho Boy said...

Alessandra, sou gremista e gosto muito de futebol. Este assunto me chamou a atenção, pois eu me lembro que em 1993 não houve disputa de segunda, nem de terceira divisão. em 1992 ouve uma confusa virada de mesa. Subiriam 2 equipes, mas subiram 13, entre eles o Grêmio. Em 1993 ouve uma especie de seletiva. Assim: O Campeonato Brasileiro teria 32 equipes em 8 chaves de 4. As duas primeiras chaves seriam formados pelos 16 melhores ranqueados que disputariam 6 vagas, 3 por chave. Os outros 16 times alem de disputarem vagas, tambem disputavam o direito de manterem no Brasileirão. Estes brigavam por duas vagas para a segunda fase. Oito ficarim de fora e formariam a segunda divisão juntamente com outros times de seletivas de regiões. Aqui no sul, por exemplo, Juvantude e Brasil de Farroupilha fizeram a seletiva pra fase sul. Ganhou o Ju, que disputiu com londrina e figueirense, se não me engano. duas vagas pra tres times. Ju e Londrina ficaram com as vagas para a "série B", este termo, alessandra, já era chamado assim, pelo menos aqui no sul.
Pois aqui no sul também uma confusão de nomes no nosso campeonato gaúcho. e em tempos de inter campeão do mundo ouve também essa confusão. Tipo, de 60 a 79 chamaram de intercontinental(jogos de ida e volta. Santos e Cruzeiro tiveram essa experiencia). de 80 a 2004 de mundial interclubes(Copa toyota, Flamengo, Gremio, Cruzeiro, Vasco, Palmeiras, Sao Paulo fizeram esta viagem. Nem todos ganharam) E agora o mundial de clubes da fifa, o primeiro foi disputado em 2000 e teve o Corinthians campeão. Com a crise da ISL, o mundila só foi ser promovido 5 anos depois, aí a fifa reconheceou todos os títulos disputados. São Paulo e Inter abrem esta nova fase, em que só clubes brasieleiros ganharam.
Beijos Alessandra, tudo de bom pra ti e feliz ano novo.
Att
Marcelo

Anonymous said...

Article writing is also a fun, if you know afterward you can write if
not it is complex to write.

my page - 30 Inch Wall Mount Range Hoods